25 de junho

Fátima Guedes



Formado em violão clássico no ano de 2011 pela UFRJ, Jean Charnaux vem se aprimorando há mais de dez anos em sua carreira assistido por aulas com professores renomados como Hélio Delmiro, Guinga e Marcus Tardelli. Conta nessa caminhada com a incrível experiência de sua passagem pela escola Los Angeles Music Academy nos Estados Unidos, onde teve aulas com Frank Gambale e Jeff Richman. Em meio de grandiosas composições, Jean foi indicado entre os finalistas da categoria “Revelação” do 26° prêmio da música brasileira, com seu álbum recém-lançado Matrizes. Acompanhado da cantora americana Dione Warwick, participou da turnê de Emílio Santiago em Teatros Municipais pelo Brasil, assim como se apresentou ao lado de Guinga em diversos festivais nacionais e internacionais,podendo citar dentre eles o grande festival de Jazz em Osasco na Itália, o Clube do Choro de Brasília e o Festival de Jazz de Tiradentes. O músico e compositor acompanhou Guinga em diversos SESCs, onde em um deles em Villa Mariana em São Paulo, contou com a participação da cantora Mônica Salmaso. Diante tantas experiências, Jean não parou sua caminhada na música, se apresentando ao lado de João Bosco, Fátima Guedes, Leila Pinheiro, Zé Paulo Becker, Caio Marcio,Alexandre Gismonti e Marcos Ariel. Fez uma turnê por várias cidades da Alemanha ao lado de importantes nomes do violão brasileiro. O movimento se chamou Brazilian Night e teve repercussão em mídia internacional. Foi arranjador e músico de faixa título do novo álbum de Fátima Guedes chamado “Transparente”, disco no qual contaram com participações de Gilson Peranzetta, Dori Caymmi, Itamar Assiere e Nelson Faria. Atualmente, Jean é o arranjador deste novo trabalho da cantora, excursionando com ela em turnês por todo o Brasil, nunca deixando de estudar música e trabalhar suas composições em tempo vago.